5 dicas essenciais para a segurança do condomínio

Cuidar da segurança do condomínio é tarefa primordial para que todos possam viver com mais tranquilidade. Segundo dados levantados pela Secretaria de Segurança Pública, somente em São Paulo, roubos e furtos cresceram 172% – o que mostra a necessidade de medidas diversas para assegurar o patrimônio e o bem estar de todos os condôminos.

O condomínio precisa apresentar algumas soluções que favoreçam a segurança, proporcionando um ambiente livre de ameaças e com tranquilidade. Mas além de pessoas treinadas e equipamento de segurança, é importante orientar os moradores sobre os cuidados ao entrar e sair do local.

Para te auxiliar, listamos 5 dicas essenciais para a segurança do condomínio. Você verá que com algumas orientações e investimentos, é possível diminuir a sensação de vulnerabilidade e garantir mais bem-estar a todos os moradores.

1: Treine seus profissionais

Uma equipe capacitada faz muita diferença na hora de proteger o condomínio. Zeladores, porteiros e seguranças precisam ter total conhecimento sobre as principais medidas preventivas de segurança. Isso confere mais tranquilidade, principalmente em casos onde não há recursos para investir em técnicas mais eficazes.

2: Invista em tecnologia

Câmeras 24 horas, sistemas de alarme e reconhecimento biométrico são algumas das tecnologias já utilizadas para aumentar a segurança do condomínio. Elas representam um grande apoio à portaria, e garante aos moradores que estranhos serão impedidos de entrar.

3: Reforce o controle de visitantes

Quem não mora no condomínio precisa ser devidamente identificado e autorizado a entrar, evitando que criminosos possam invadir o local. Os condôminos devem ser avisados sobre a chegada de visitantes, que só devem entrar mediante sua autorização.

Em caso de serviços, como faxineiras, instaladores, fiscalizadores ou entregadores, o controle deve ser o mesmo, além de exigir a identificação para confirmar com seus condôminos a autorização de entrada.

4: Crie procedimentos emergenciais

Pessoas preparadas em casos de emergências possuem mais meios para pedir ajuda e evitar que o pior aconteça. Deixar telefones úteis por perto e criar senhas de comunicação entre segurança, portaria e visitantes são algumas medidas que ajudam a identificar o perigo.

Além dos funcionários, o síndico também deve seguir essas orientações e ir em busca de atualização sobre procedimentos de segurança que podem beneficiar o seu condomínio em treinamentos específicos sobre o assunto.

5: Oriente seus moradores

Dar recomendações de segurança ajuda a criar uma onda de conscientização sobre zelar o patrimônio. Incentive a participação de todos em reuniões sobre segurança, crie placas e cartazes de recomendação e crie regras de conduta sobre abertura dos portões e cópias de chaves, por exemplo.

Embora a segurança seja uma tarefa do condomínio, quando todos se envolvem e adotam medidas a favor da proteção do local, o nível de proteção aumenta e todos podem viver com mais tranquilidade.

Para que a gestão de segurança do seu condomínio seja feita com profissionalismo, conte conosco. A DGT é especializada em todos os processos administrativos de condomínios residenciais e comerciais, garantindo praticidade e economia. Solicite um contato e conheça todas as vantagens de terceirizar a gestão de condomínios.

Por | 2018-06-11T14:08:26+00:00 5 de junho de 2018|0 Comentários
DGT Administradora de Condomínios
A DGT é uma administradora de condomínios fundada em 1978. Atualmente, contamos com escritórios em Osasco, Alphaville e em Santana, Zona Norte de São Paulo. A partir deles, atendemos mais de 180 condomínios na Zona Oeste e Zona Norte de São Paulo, além de municípios da grande São Paulo, como Osasco, Barueri e região além de Guarulhos.

Deixar Um Comentário

jQuery(".acesse-condominio").click(function(){ ga('send', 'event', 'Home', 'Clique', 'Condominio'); });