(11) 3652-6160 sac@dgtadm.com.br

Conheça a importância de ter uma gerência de manutenção predial

Gostou? compartilhe!

Conheça a importância de ter uma gerência de manutenção predial

Se você mora ou trabalha em um prédio, espera, no mínimo, segurança. Seja ele comercial ou residencial, é necessário que ofereça boas condições a quem o frequenta, e quem faz este papel é a equipe que cuida da chamada manutenção predial. Não somente a segurança, mas também toda a infraestrutura e conservação dos imóveis fazem parte de seus cuidados.

Quer saber a importância de ter uma gerência de manutenção predial? Então acompanhe, neste artigo, um pouco mais sobre o assunto!

O que é a manutenção predial?

Manutenção de prédios: mais do que agir quando algo de errado acontece, a ideia desse tipo de serviço é praticar a prevenção de problemas e a preservação contínua dos edifícios. A manutenção predial se faz necessária como uma forma de cuidar da infraestrutura do local, desde os sistemas elétricos e hidráulicos, até a parte de incêndio, segurança, comunicação e climatização.

Segundo a Associação Brasileira de Normas Técnicas, há quatro principais tipos de intervenção, que podem ser realizados pela manutenção predial. O primeiro seria a conservação, que está relacionada à uma atividade rotineira, realizada diariamente ou em meio a pequenos intervalos. É o caso da limpeza dos prédios, por exemplo.

Depois aparece a reparação, uma atividade preventiva ou corretiva, que acontece antes de atingir o nível mínimo aceitável de qualidade. Em seguida vem a restauração, que, também corretiva, aparece depois de ser atingido o nível inferior à qualidade mínima aceitável. Neste caso, pode estar relacionada inclusive às situações de risco perante os moradores e frequentadores.

Por fim há a modernização, uma atividade preventiva e corretiva que, neste caso, busca uma qualidade superior ao nível projetado inicialmente. O objetivo seria atingir um novo patamar de qualidade e desempenho para os sistemas do edifício.

Por que ter uma gerência de manutenção predial?

Preservar as áreas comuns e garantir que os valores do condomínio estejam sendo investidos da maneira correta, cuidar dos desgastes dos edifícios, da manutenção adequada e a conservação do prédio são alguns exemplos de atividades realizadas com base no princípio de manutenção predial.

Elas podem envolver desde a planta e as instalações do prédio, a proteção – o que inclui os sistemas de incêndio e de segurança –, a coleta de resíduos, jardinagem, até os equipamentos prediais para a gestão de energia elétrica, operação hidráulica, o cuidado com o patrimônio, entre outros fatores que servem para buscar as melhorias constantes e a economia com gastos de operação e manutenção.

Se engana, portanto, quem pensa que estas são tarefas simples e que podem ser realizadas por qualquer pessoa. Muito pelo contrário, a importância de uma gerência neste caso se faz ainda mais necessária, uma vez que reúne desde questões simples às mais complexas, de equipes especializadas com informações e ferramentas modernas para atuar no segmento. Não se trata apenas do cuidado com edificações, e sim com pessoas que vivem diariamente nelas.

Uma equipe especializada consegue, além de reparar e sugerir mudanças, detectar as falhas que envolvem os prédios com que trabalham. A gestão e a eficiência da manutenção predial são importantes para todos os envolvidos porque, além de reduzir a manutenção corretiva, também aumentam a confiabilidade e reduzem custos. Claro, cada prédio com suas particularidades.

Saiba com quem contar!

Ao entender a importância da manutenção predial, fica mais fácil buscar uma equipe treinada, que analise e coloque a mão na massa pelas pessoas. É assim que a gerência se mostra essencial na prática, para oferecer conforto, segurança e também o melhor de tecnologia, acessibilidade, sustentabilidade e custo baixo, sem que ninguém, nem mesmo o prédio, perca em qualidade.

Referência na administração de condomínios residenciais e comerciais, a DGT também faz o trabalho de planejamento de manutenção preventiva e controle de manutenção corretiva, além de outras atividades sempre próximas aos moradores, síndicos, trabalhadores (no caso dos prédios residenciais), fornecedores para redução de custo e todos os envolvidos.

Tem alguma dúvida? Fale com a gente!



Gostou? compartilhe!